Infantiloids

Não sei se pelo fato de eu ter crescido junto com pessoas muito mais velhas que eu, nunca tive facilidade em lhe dar com pessoas da minha idade e/ou mais novas. Sempre tive mais facilidade de arranjar amizades mais maduras, com cabeças e opiniões formadas, pessoas educadas que já passaram da faze da “zoeira” e da falta de responsabilidade em níveis alarmantes.

Com base nisso, eu aqui em meus meros 26 anos, tomei a liberdade de tecer teorias sobre estereótipos dos famigerados “crianções”, “babacas”, “infantiloids”.
Porquê são assim? Onde comem? Onde vivem?

Uma das teorias que tenho é que eram pessoas mais reservadas quando jovens e ao alcançar uma certa idade, se deparam que não “*curtiram” a vida, ou estavam fazendo isso errado.
(*curtir a vida, leia-se “pegar mulheres/homens”). Homens ao chegar nesta certa idade, se depara sempre ter sido passado para trás (ou achar que estava sendo passado para trás) por amigos, ou conhecidos, muitas vezes as pessoas até mentem sobre esse fato, para poder contar vantagem perante os outros, sentir-se superior, fazer seu ego levantar, enquanto quem está ouvindo se sente rebaixado e pensa “Nossa, porque comigo isso não acontece? Porque não sou assim?Perdi muito tempo da minha vida, agora tenho que aproveitar” (isso pessoas de mente fraca e facilmente induzidas e influenciáveis).
Então, acabam se tornando esses babacões.
Lembrando que, isso também pode se aplicar a mulheres, geralmente aquelas que arranjaram um unico namorado na vida, desde crianças, quando acreditavam em principes encantados ainda, e la proximo aos seus trintas anos, algo da errado e o relacionamento acaba, quando caem na real, também se fazem a mesma pergunta “eu perdi muito tempo da minha vida”. (lembrando que isso são pessoas facilmente influenciáveis, essas que pensam desse jeito, não quero dizer que quem namora muito tempo, perdeu muito tempo da vida).

Claro, isso é um tipo, também existem aqueles que sempre foram, devido a influência das pessoas proximas desde a infância.

Porque eu gosto do termo “infantiloid”? Por que agem como crianças, infantis, não sabe receber ordens, são irresponsáveis, mimados e não sabem receber um Não… Tudo isso já na idade que era pra ter amadurecido, alias, passou muito tempo da idade de ter amadurecido, e permanece agindo desta maneira.

Sabe aqueles babacas que no ensino médio, ficam mexendo com as meninas, brincando, roubando coisas delas, zoando, e no final as garotas acabam se apaixonando por eles? Essa eram as táticas usadas para conseguir uns namorinhos colegiais, na minha época. (chamo eles de babacas por que nunca fui assim também, nessa idade ainda não sabia lhe dar com pessoas da minha idade, sempre tive um circulo de amizade muito limitado)
Pois então, Depois que passam do ensino médio, passam da faculdade, começam a trabalhar e ainda tem essas mesmas atitudes.
Pior que por incrível que pareça, ainda conseguem um “namorinho” desta mesma forma.
Pra mim mulheres que caem nessa tatica, nesta idade, são aquelas que não “aproveitaram” bem a sua adolescência, como já comentei acima.

Não agindo assim somente com relação a mulheres, mas também com relação as suas responsabilidades, tais como seu emprego.

Coisas básicas como fazer simplesmente aquilo que foi contratado, e querer debater com seu superior sobre o job do dia, da semana e/ou do mês.
Claro que não estou falando que tem que simplesmente abaixar a cabeça e virar um escravo, uma pessoa desalmada trampando. Mas só acho que se estão passando simplesmente o trampo que você foi contratado para fazer, nada a mais nada a menos, você não precisa debater com seu superior. Assim fica parecendo uma criança mimada que não sabe receber um Não, que quer sempre que as coisas sejam do jeito que você quer, e pior, querer mandar numa pessoa que foi designada como seu coordenador/superior.

Ainda sobre a irresponsabilidade, querer fazer coisas que você faria em seu tempo de lazer, em casa, no seu horário de trabalho, como :”jogar video game, fazer a unha, facebook, blogs, celular etc..” E ainda fazer escandalo quando alguém chama a atenção dele falando que “Não pode”, isso com educação.

Pois bem, acho que me incomodo tanto com isso, por que certamente sou uma pessoa que foi criada de uma maneira diferente dos costumes brasileiros. Pois parece que grande maioria das pessoas que eu conheci, agem desta maneira que venho a tratar neste post.

Venho tentando treinar meu senso de sociabilidade para poder lhe dar com estas pessoas, diariamente. Pois caso não treine, simplesmente não iria conseguir falar com ninguém.
Pra mim é uma constante guerra fingir ser sociável, tenho que fazer força para me comunicar, apenas pelo fato de não saber/não gostar de falar com essas pessoas.

Não sei mas acho que as pessoas notam isso em mim com o tempo, deve ser por isso que não tenho relacionamentos, amizades e empregos duradouros.

Infelizmente…
Ou felizmente?

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s